O homem medíocre

O homem medíocre acha insolente toda afirmação. Mas se alguém é um pouco amigo e um pouco inimigo de todas as coisas, ele o achará sábio e reservado. Leia mais...

Que é a verdade? Ou, porque é tão difícil defini-la?

Quando alguém declara tudo como relativo, mas não explicita relação alguma, na verdade, está lhe dizendo implicitamente que a verdade deve fluir em relação aos anseios dela. Leia mais...

A casa

Há casas patrióticas, nacionalistas. e internacionalistas. Nas internacionalistas entra e sai quem quer, todo o mundo faz o que lhe passa pela cabeça. Leia mais...

Loucos (ou desequilibrados) pela razão

Na obra Ortodoxia, o autor, G. K. Chesterton, explica: “a mente de um louco é rápida, pois não é embaraçada pelo senso de humor, pela caridade ou pelas certezas das experiências. É mais lógica por perder certos afetos da sanidade”. Leia mais...

Besta ou obra-prima: o que significa ser Humano?

Nós somos aficionados por direitos humanos, nós concedemos prêmios Nobel para celebrá-los, mas há uma questão fundamental que por vezes é negligenciada. Onde encontramos esses direitos, essa dignidade que os humanos possuem? Leia mais...

Uma escada elevando corações ao alto

Na Capela de Loretto, uma artística escada de acesso ao coro atrai anualmente milhares de visitantes. Detém histórias de fé e devoção, e conta com diversos fatores inexplicáveis. Leia mais...

Liiceanu e a catarse cultural brasileira

Após décadas mergulhada em sono hipnótico, a inteligência brasileira dá mostras de estar voltando a requerer o domínio de si mesma. E, como era estuprada enquanto dormia, surge o ódio contra o violentador, de que Liiceanu fala. Leia mais...

Fatos nada significam

Um famoso mestre de Oxford costumava proclamar, com frequência, em suas palestras: “Evidentemente, os fatos nada significam”. Leia mais...

Que surgiu primeiro, a mente ou a matéria?

Disse o conferencista: “Evolução, desenvolvimento e a lenta luta para cima e para diante, do início bruto e rudimentar para a perfeição e elaboração sempre crescentes”. Leia mais...

Um pedaço de giz

Virtude não é ausência de vícios ou abstenção de perigos morais; virtude é algo vívido e distinto, como a dor ou algum cheiro em particular. Leia mais...

 

O homem medíocre

Bonecos de Madeira (representando pessoas sem personalidade e/ou alma)

Por Revista Catolicismo

O homem medíocre gosta dos escritores que não dizem nem sim nem não sobre coisa alguma, que condescendem com opiniões contraditórias. Se alguém é pouco amigo e pouco inimigo de todas as coisas, ele o achará sábio.

A casa

Casa e família (pai e mãe dando as mãos formando o desenho de uma casa com filho e filha dentro) fundo amarelo família em preto.

Por

Em relação aos muros da casa de família há problema semelhante ao das fronteiras das nações. Há casas patrióticas, nacionalistas. e internacionalistas. Nas internacionalistas entra e sai quem quer, todo o mundo faz o que lhe passa pela cabeça.

Conhecendo a Idade Média

Catedral de Notre-Dame (Altar-Mor)

Por

Os homens prósperos de nosso tempo desconheçam história. Se a conhecessem, conheceriam a muito pouco edificante história de como se tornaram prósperos. É bastante natural, digo, que eles não saibam história: Mas por que eles pensam que sabem?

O que é a verdade e por qual motivo é tão difícil defini-la

Por

Quando alguém declara tudo como relativo, mas não explicita relação alguma, na verdade, está lhe dizendo implicitamente que a verdade deve fluir em relação aos anseios dela.

Espirito moderno

Por Graça Aranha

O primitivismo dos intelectuais é um ato de vontade. O homem culto de hoje não pode retroceder, como o que perdeu a inocência não pode adquiri-la. Seria um exercício de falsa literatura naqueles que pretendem suprimir a literatura.

Duas meditações

São Josemaría Escrivá (1902 – 1975)

Por

Este artigo não ambiciona que você faça duas meditações, mas 999! Deseja que você faça download da obra Minha luta à luz do “Caminho”, escrita por São Josemaría Escrivá (1902 - 1975) e faça todas as 999 reflexões descritas.

Um pedaço de giz

Gizes (azul escuro, azul claro, verde, amarelo e vermelho)

Por

Virtude não é ausência de vícios ou abstenção de perigos morais; virtude é algo vívido e distinto, como a dor ou algum cheiro específico. Misericórdia não é o mesmo que não ser cruel ou poupar pessoas de vingança ou punição.

Aviso de um filósofo

Olavo de Carvalho

Por

Eu, Jeffrey R. Nyquist , sugeri que há algo de errado com nosso pensamento hoje; que não adoramos a Deus do mesmo modo, nem obedecemos às regras do mesmo modo, nem observamos as boas maneiras como no passado.

Dois excertos da obra: “Como falar, como ouvir”

Balões representando conversa (fundo azul)

Por Mortimer J. Adler

Neste link estão presentes dois trechos da obra: “Como falar, como ouvir”. O primeiro é um excerto do capítulo intitulado: “Como tornar um colóquio proveitoso e agradável”, o segundo é parte do capítulo “A convergência das mentes”.

A fonte da eterna ignorância

Exposicao Nula (galeria com quadros vazios expostos)

Por Olavo de Carvalho

A palavra “cultura” evoca ideia errada, no Brasil, significa “artes e espetáculos”. E artes e espetáculos, se resumem as funções: dar um bocado de dinheiro aos que as produzem, divertir o povão e, servir de propaganda política.

Fatos nada significam

Estatísticas

Por Washington Platt

Um famoso mestre de Oxford costumava proclamar, com frequência, em suas palestras: “Evidentemente, os fatos nada significam”. Conta um de seus melhores alunos que só vinte anos depois compreendeu o que realmente o professor queria dizer.

O orgulho do fracasso

Social Protest (Muro grafitado)

Por Olavo de Carvalho

Língua, religião e alta cultura são os componentes de uma nação que podem sobreviver quando ela chega ao término histórico. São valores universais que, servem toda a humanidade e não somente ao povo onde se originaram.