Postagens da categoria: Cristianismo

O que é uma suma?

Por Carlos Arthur Ribeiro do Nascimento.

A palavra “suma” pode ser aplicada a tipos diferentes de obras, visando caráter de antologia, compilação, enciclopédia ou resumo. O tipo comumente mais acabado é caracterizado por três aspectos, todos descritos nesta postagem.

Fiódor Dostoiévski por William Lane Craig

Por William Lane Craig

Algumas pessoas têm a impressão de que o grande escritor do século XIX, Fiódor Dostoiévski, era ateu. Na verdade, ele procurou fazer a defesa do teísmo em face do problema do mal, problema que torturou Dostoiévski!

Qual é a natureza da liberdade humana?

Por Battista Mondin

Não há liberdade sem razão, como não há liberdade sem vontade. A vontade é apetite racional, isto é, um apetite guiado pela razão. Se não houver orientação da razão, não há liberdade e nem vontade, mas simplesmente instinto.

As biografias de Jesus foram preservadas?

Por Lee Strobel

Quando soube que não havia nenhum exemplar original do Novo Testamento, fiquei muito cético. Se tudo que temos são cópias, pensei, como ter certeza de que o Novo Testamento que temos hoje é, no mínimo, semelhante aos originais?

O que é um sínodo?

Por Dom Devair A. Fonseca

A palavra sínodo vem da língua grega, que quer dizer “caminhar juntos”, e que passou a indicar algumas reuniões da Igreja para discutir assuntos relacionados à fé ou ação pastoral. A convocação depende do bispo diocesano.

A onipotência divina

Por C. S. Lewis

Onipotência significa poder para fazer tudo que é intrinsecamente possível, e não para fazer o que é intrinsecamente impossível. É possível atribuir-lhe milagres, mas não tolices. Isto não é um limite ao seu poder.

Contra a idolatria do Estado (excerto)

Por Franklin Ferreira

O autoritarismo não é guiado por ideais utópicos, assim há certa distinção entre Estado e sociedade, com tolerância e alguma pluralidade. O totalitarismo invade a vida privada e a asfixia, busca mudar o mundo e a natureza humana.

Jesus Cristo: o infinito no finito

Por Papa Bento XVI

O homem anseia pelo infinito. Parece-me que precisamente o nosso tempo, com suas contradições, seus desesperos, seu massivo empenho em refugiar-se em becos sem saída como a droga, manifesta visivelmente essa sede do infinito.

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Por

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o "nada absoluto", o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo a Bíblia.

Os diversos sentidos da Escritura

Por Santo Agostinho

Assim como uma fonte, em seu pequeno leito, torna-se depois mais abundante, a tua palavra são como torrentes de límpida verdade, de onde cada um tira para si a verdade que pode, para depois desenvolvê-la em longas sinuosidades.

Tempo longo, tempo breve

Por Santo Agostinho

Não digamos: “O tempo passado foi longo” – pois não encontraremos nada que pudesse ter sido longo; uma vez passado não existe mais. Mas digamos: “O tempo presente foi longo” – porque só era longo enquanto presente.

Alguém pode me explicar?

Por

Frequentemente, perguntas e comentários de estudantes revelam grande reprovação ao papel desempenhado pela Igreja na história da humanidade. Muitos acreditam que ela cruzou séculos fazendo o oposto daquilo para o que a instituiu Nosso Senhor Jesus Cristo.