O verdadeiro, o bom e o belo

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom”, foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Justificamos crenças e desejos ancorando nossa razão no verdadeiro e no bom. Leia mais...

Não tenho fé suficiente para ser ateu

Afirmar que o cristianismo persiste por dois mil anos, alicerçado exclusivamente na coluna da fé, é na melhor das hipóteses ignorância; na pior, desonestidade intelectual. E, infelizmente desconhecimento e improbidade estão em voga na desconstrução do cristianismo. Leia mais...

A infinitude

Segundo Aristóteles, pode haver unidades de matérias muito pequenas, mas, por menores que sejam, podem ser divididas em partículas ainda menores, desde que cada uma seja uma unidade de matéria – uma e continua. Leia mais...

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo alicerçado em obras consagradas. Leia mais...

Decolando na liberdade; aterrissando na escravidão

Comumente vemos pessoas que “embarcam” nos conceitos do “Estado laico”, ou até mesmo nos avanços tecnológicos (normalmente essenciais e admiráveis), crentes de que eles terão como destino uma maior liberdade - nada mais absurdo! Leia mais...

Bode expiatório

Os homens imitam os desejos uns dos outros, por isso, estão destinados ao que chamo de rivalidade mimética. Quanto mais desejo um objeto que você já deseja, mais ele lhe parecerá desejável. As rivalidades tendem a se exasperar. Leia mais...

 

O colecionador de minutos

O Colecionador de Minutos

Por Paulo Bomfim

Em 2006, o âncora do Diário da Manhã, Salomão Schvartzman, desistiu de entrevistar Paulo Bomfim; anunciou a nova edição do livro "O colecionador de Minutos”, recitando com o autor alguns dos pensamentos da obra.

True Outspeak: pseudo-religião

True Outspeak

Por Olavo de Carvalho

Espaço absoluto é o espaço infinito em todas as direções e sem nada dentro; tempo absoluto é a incorrupta duração sem fato algum. Essas teorias não são empíricas, são puras construções mentais.

O dicionário

O dicionário

Por Machado de Assis

O dicionário é um conto curto. Expõe como tiranetes dispõem das leis de acordo com suas vontades e interesses. Trata-se de conceito eviterno, escrito pelo imortal Presidente da Academia Brasileira de Letras.

Inquisição: Mito e realidade histórica

Por Dr. Roman Konik

Lendo os autos dos processos inquisitoriais, encontramos bandidos que, surpreendidos pela polícia, inventavam uma motivação religiosa. Por quê? Simplesmente para cair na esfera da justiça da Inquisição e não da justiça civil ou temporal.

Espírito e personalidade

Espírito e personalidade

Por Olavo de Carvalho

Pessoas que pensam muito são, apenas por isso, chamadas de “intelectuais”, mas isso é errado: a vida do intelecto só começa na fronteira em que o pensamento se apaga para dar lugar ao vislumbre da verdade.

Um apólogo

Um Apólogo

Por Machado de Assis

Neste link, leia a clássica, pequena e sempre atual parábola dos objetos de costura. "Um Apólogo", escrito pelo fundador e primeiro presidente unânime da ABL (Academia Brasileira de Letras): Machado de Assis.

Paróquia São Luís Gonzaga receberá Orquestra Jovem de Guarulhos e coros

São Luís Gonzaga

Por

No próximo dia 19 ás 20 horas, a Orquestra Jovem de Guarulhos e o Coral CESP, farão apresentação na Paróquia São Luís Gonzaga. No dia do padroeiro da juventude (21 de junho), será a vez do Coral da USP.

Tempo que foge!

Tempo Que Foge!

Por Ricardo Gondim

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Tenho mais passado do que futuro. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero e basta a essência.

A bússola e a biruta

Por

A Igreja não comete a insensatez de confundir a “biruta” com a bússola, se assim procedesse acabaria extraviada como o piloto que olhando para o tubo de pano, confundisse aquilo com uma bússola e seguisse o vento.

Há uma epidemia pior que a de dengue no Brasil: a epidemia do “por conta”

Por

Não é difícil perceber que uma viagem feita “por conta” do Cristo Redentor é aquela que é custeada pelo Todo-Poderoso. Feito surto, o uso da expressão “por conta de” tomou proporções inimagináveis.

Agora você pode interagir conosco e com outros leitores. Deixe seu comentário no término de cada artigo!