A Consciência Individual e o Mito do Cristo Revolucionário

O cristianismo refere-se a uma pessoa. Esta pessoa, em absolutamente tudo o que viveu e ensinou enquanto andou sobre esta terra, fez um apelo direto à consciência individual de cada ser humano enquanto tal, em sua mais íntima singularidade. Leia mais...

Não tenho fé suficiente para ser ateu

Afirmar que o cristianismo persiste por dois mil anos, alicerçado exclusivamente na coluna da fé, é na melhor das hipóteses ignorância; na pior, desonestidade intelectual. E, infelizmente desconhecimento e improbidade estão em voga na desconstrução do cristianismo. Leia mais...

O espírito de serendípite

Se encontramos o que procuramos, diremos como Arquimedes: Eureka!, mas se encontramos o que não procurávamos, podemos dizer: Serendípite! Os sucrilhos, a borracha vulcanizada e a penicilina são exemplos de serendípites! Leia mais...

Excertos de obras clássicas

Neste link você encontrará trechos curtos (e, completos) de obras escritas por autores como: Olavo de Carvalho, C. S. Lewis, Louis Lavelle, G. K. Chesterton, Lee Strobel, Roger Scruton, Viktor Emil Frankl, Mortimer J. Adler e outros. Um ótimo incentivo para excelentes leituras. Leia mais...

Decolando na liberdade; aterrissando na escravidão

Comumente vemos pessoas que “embarcam” nos conceitos do “Estado laico”, ou até mesmo nos avanços tecnológicos (normalmente essenciais e admiráveis), crentes de que eles terão como destino uma maior liberdade - nada mais absurdo! Leia mais...

Breve história do blue jeans

O blue jeans surgiu no mundo operário. Jakob W. Davis, trabalhador nas minas de Comstock, é reconhecido como o criador das “calças azuis rebitadas”. Ele criou uma roupa resistente usando o mesmo tecido das tendas de acampamento. Leia mais...

 

Há uma epidemia pior que a de dengue no Brasil: a epidemia do “por conta”

Por

Não é difícil perceber que uma viagem feita “por conta” do Cristo Redentor é aquela que é custeada pelo Todo-Poderoso. Feito surto, o uso da expressão “por conta de” tomou proporções inimagináveis.

Agora você pode interagir conosco e com outros leitores. Deixe seu comentário no término de cada artigo!