O profeta Tocqueville

O número alarmante de previsões suas que se tornaram realidade não é resultado de acidente, adivinhação ou intuição. É conseqüência de uma mente poderosa e criativa, ampliada por erudição e entendimento sensível da natureza do homem e da sociedade. Leia mais...

Decolando na liberdade; aterrissando na escravidão

Comumente vemos pessoas que “embarcam” nos conceitos do “Estado laico”, ou até mesmo nos avanços tecnológicos (normalmente essenciais e admiráveis), crentes de que eles terão como destino uma maior liberdade - nada mais absurdo! Leia mais...

Loucos (ou desequilibrados) pela razão

Na obra Ortodoxia, o autor, G. K. Chesterton, explica: “a mente de um louco é rápida, pois não é embaraçada pelo senso de humor, pela caridade ou pelas certezas das experiências. É mais lógica por perder certos afetos da sanidade”. Leia mais...

Que surgiu primeiro, a mente ou a matéria?

O motor de um foguete não vem de um motor mais primitivo, mas de algo muito mais perfeito que ele próprio e muito mais complexo: a mente de um homem. Leia mais...

Existe vida após o parto?

É bobagem acreditar na vida depois do parto. Ninguém voltou de lá! O parto é o fim da vida, no pós-parto não há nada além de escuridão, silêncio e esquecimento. Leia mais...

O que é cultura?

Cultura não pode ser resumida como um conjunto de hábitos. Se assim fosse, não poderíamos qualificar povos como cultos ou incultos. Leia mais...

A Internacional Incendiária e a Amazônia

Pasme: o bioma seco, de árvores retorcidas, com cascas grossas, bagos duros e ríspidos faz do fogo um dos elementos cíclicos essenciais! Leia mais...

O espírito de serendípite

Se encontramos o que procuramos, diremos como Arquimedes: Eureka!, mas se encontramos o que não procurávamos, podemos dizer: Serendípite! Os sucrilhos, a borracha vulcanizada e a penicilina são exemplos de serendípites! Leia mais...

A consciência individual e o mito do Cristo revolucionário

O cristianismo refere-se a uma pessoa. Esta pessoa, em absolutamente tudo o que viveu e ensinou enquanto andou sobre esta terra, fez um apelo direto à consciência individual de cada ser humano. Leia mais...

O verdadeiro, o bom e o belo

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom”, foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Justificamos crenças e desejos ancorando nossa razão no verdadeiro e no bom. Leia mais...

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo a Bíblia. Leia mais...

 

Tempo que foge!

Tempo Que Foge!

Por Ricardo Gondim

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Tenho mais passado do que futuro. Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero e basta a essência.

A bússola e a biruta

Por

A Igreja não comete a insensatez de confundir a “biruta” com a bússola, se assim procedesse acabaria extraviada como o piloto que olhando para o tubo de pano, confundisse aquilo com uma bússola e seguisse o vento.

Há uma epidemia pior que a de dengue no Brasil: a epidemia do “por conta”

Por

Não é difícil perceber que uma viagem feita “por conta” do Cristo Redentor é aquela que é custeada pelo Todo-Poderoso. Feito surto, o uso da expressão “por conta de” tomou proporções inimagináveis.

Faça downloads de livros, imagens, áudios e de outros artefatos.


Clique aqui e conheça a nova seção da Culturateca.