O profeta Tocqueville

O número alarmante de previsões suas que se tornaram realidade não é resultado de acidente, adivinhação ou intuição. É conseqüência de uma mente poderosa e criativa, ampliada por erudição e entendimento sensível da natureza do homem e da sociedade. Leia mais...

Decolando na liberdade; aterrissando na escravidão

Comumente vemos pessoas que “embarcam” nos conceitos do “Estado laico”, ou até mesmo nos avanços tecnológicos (normalmente essenciais e admiráveis), crentes de que eles terão como destino uma maior liberdade - nada mais absurdo! Leia mais...

Loucos (ou desequilibrados) pela razão

Na obra Ortodoxia, o autor, G. K. Chesterton, explica: “a mente de um louco é rápida, pois não é embaraçada pelo senso de humor, pela caridade ou pelas certezas das experiências. É mais lógica por perder certos afetos da sanidade”. Leia mais...

Que surgiu primeiro, a mente ou a matéria?

O motor de um foguete não vem de um motor mais primitivo, mas de algo muito mais perfeito que ele próprio e muito mais complexo: a mente de um homem. Leia mais...

Existe vida após o parto?

É bobagem acreditar na vida depois do parto. Ninguém voltou de lá! O parto é o fim da vida, no pós-parto não há nada além de escuridão, silêncio e esquecimento. Leia mais...

O que é cultura?

Cultura não pode ser resumida como um conjunto de hábitos. Se assim fosse, não poderíamos qualificar povos como cultos ou incultos. Leia mais...

A Internacional Incendiária e a Amazônia

Pasme: o bioma seco, de árvores retorcidas, com cascas grossas, bagos duros e ríspidos faz do fogo um dos elementos cíclicos essenciais! Leia mais...

O espírito de serendípite

Se encontramos o que procuramos, diremos como Arquimedes: Eureka!, mas se encontramos o que não procurávamos, podemos dizer: Serendípite! Os sucrilhos, a borracha vulcanizada e a penicilina são exemplos de serendípites! Leia mais...

A consciência individual e o mito do Cristo revolucionário

O cristianismo refere-se a uma pessoa. Esta pessoa, em absolutamente tudo o que viveu e ensinou enquanto andou sobre esta terra, fez um apelo direto à consciência individual de cada ser humano. Leia mais...

O verdadeiro, o bom e o belo

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom”, foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Justificamos crenças e desejos ancorando nossa razão no verdadeiro e no bom. Leia mais...

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo a Bíblia. Leia mais...

 

Racionando a razão

Por C. S. Lewis

Nada há de irracional em exercer outras competências além da razão.

O indivíduo que tenta domar um cavalo, redigir um poema ou gerar um filho por meros silogismos é irracional.

Isso é civilização?

Por

Se a ideologia atéia propôs, algum dia, uma civilização, o máximo que se pode recordar é da União Soviética e demais países socialistas, onde o ateísmo era oficial, junto com a onipotência do Estado. Sem Deus, tudo é permitido.

Sociedade justa

Por Olavo de Carvalho

Os atributos de justiça e injustiça só se aplicam aos entes concretos capazes de atuar. Um ser humano pode atuar, uma empresa pode atuar, um grupo político pode atuar, mas “a sociedade”, como um todo, não pode.

A deusa ciência

Por

O ideal científico tomou conta da mente ocidental e tornou-se o tesouro maior da civilização, tudo, em seu nome, passou a ser permitido. O famoso experimento do Dr. Stanley Milgram (1933 - 1984) é um exemplo Infausto de tal fato.

Mentiras sinceras me interessam

Por

Le U. Knight, um dos fundadores do amistoso Movimento da Extinção Humana Voluntária (VHEMT), conscienciosamente prega o homeopático desaparecimento da raça humana, para o bem do planeta e das capivaras.

Desmistificando a democracia

Por

Não devemos nos iludir: uma nação é livre não porque elege os seus representantes pelo voto direto, mas porque os direitos naturais universais dos seus indivíduos – vida, liberdade e propriedade - estão todos devidamente protegidos.

Inteligência, estudo e aprendizagem

Por

Sobre o aprendizado, Pierluigi Piazzi, ensinava: inteligência pode ser aprendida; assistir aula não é estudar; aula dada deve ser estudada no mesmo dia; dormir bem para organizar e reter o conhecimento na memória; etc. Leia lista completa nesta postagem.

Liiceanu e a catarse cultural brasileira

Por

Após décadas mergulhada em sono hipnótico, a inteligência brasileira dá mostras de estar voltando a requerer o domínio de si mesma. E, como era estuprada enquanto dormia, surge o ódio contra o violentador, de que Liiceanu fala.

Nazismo e comunismo, irmãos gêmeos

Por

Ambos são totalitários, ambos afirmam a prevalência do Estado sobre a sociedade, ambos são anticapitalistas e contra o livre mercado, ambos se opõem ao conservadorismo e ao liberalismo. Firmaram acordos, até que, ocorreram conflitos geopolíticos.

O tigre de papel

Por

Multidões de analfabetos funcionais lotam os bancos universitários e ganham seus canudos sem nunca terem lido um livro inteiro. A mesma idolatria pelo papel explica sermos um dos países em que é mais difícil conseguir habilitação para dirigir.

Edward Bernays e o controle da opinião pública

Por

Estando o público distanciado dos eventos reais, a imagem dos fatos é passada por meio da mídia. “O único sentimento que alguém pode ter acerca de um evento que ele não vivenciou é provocado pela imagem mental.”, diz Lippmann.

O valor de uma “curtida”

Por

Erra quem entende que a popularização das mídias sociais se deu única e principalmente por causa do desejo das pessoas de serem reconhecidas. Há muito mais envolvido nisso. Boa parte dos usuários parece ser de gente sem pretensões de sucesso.

Faça downloads de livros, imagens, áudios e de outros artefatos.


Clique aqui e conheça a nova seção da Culturateca.