O verdadeiro, o bom e o belo

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom” foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Ele não percebe que, para justificarmos nossas crenças e desejos, nossa razão deve estar ancorada no verdadeiro e no bom. Leia mais...

Por que a beleza importa?

Entre 1750 e 1930, se você pedisse às pessoas cultas para descrever o objetivo da poesia, da arte ou da música, elas teriam respondido: a Beleza. E, se você perguntasse pela razão disso, você aprenderia que a Beleza é um valor tão importante quanto a Verdade e o Bem. Leia mais...

A onipotência divina

Onipotência significa poder para fazer tudo que é intrinsecamente possível, e não para fazer o que é intrinsecamente impossível. É possível atribuir-lhe milagres, mas não tolices. Isto não é um limite ao seu poder. Leia mais...

True Ouspeak: transcrições de trechos célebres

Neste link torna-se fácil notar os motivos pelos quais o filósofo Olavo de Carvalho comumente desafia e vence toda intelectualidade brasileira. Leia mais...

Jesus Cristo: o infinito no finito

O homem anseia pelo infinito. Parece-me que precisamente o nosso tempo, com suas contradições, seus desesperos, seu massivo empenho em refugiar-se em becos sem saída como a droga, manifesta visivelmente essa sede do infinito. Leia mais...

Bode expiatório

Os homens imitam os desejos uns dos outros, por isso, estão destinados ao que chamo de rivalidade mimética. Quanto mais desejo um objeto que você já deseja, mais ele lhe parecerá desejável. As rivalidades tendem a se exasperar. Leia mais...

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo as Sagradas Escrituras. Leia mais...

Tremendas trivialidades

Assim é a história de Pedro e Paulo, que contém todas as mais altas qualidades de um conto de fadas moderno, inclusive a de ser totalmente imprópria para crianças; e, de fato, o motivo pelo qual a apresentei não é infantil, mas cheio de sutileza e segundas intenções. Leia mais...

Excertos da obra autobiográfica: Confissões, de Santo Agostinho.

Seleção de excertos da obra autobiográfica: Confissões, escrita por Agostinho de Hipona. Acompanha memoráveis frases do autor, e opção de download do livro. Leia mais...

A infinitude

Segundo Aristóteles, pode haver unidades de matérias muito pequenas, mas, por menores que sejam, podem ser divididas em partículas ainda menores, desde que cada uma seja uma unidade de matéria – uma e continua. Leia mais...

 

Desarmamento: imperativo para desobediência civil

Por Adão Paiani

A sociedade estrutura-se sob um pacto social:

O cidadão abre mão da autotutela, ou seja, do exercício das próprias razões, e a deposita nas mãos do Estado, que assume o dever de zelar por sua segurança.

Que é o tempo?

Por Santo Agostinho

Que é o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; mas, se quiser explicar a quem indaga, já não sei.

Como pode existir passado e futuro? O passado já não existe mais; e, o futuro ainda não chegou.

O exemplo de Perpétua e Felicidade

Por Revista Catolicismo

Sobretudo em noticiários, não se faz a distinção — absolutamente indispensável — entre a desigualdade exagerada e abusiva, portanto condenável, e a desigualdade boa e legítima, que está de acordo com a ordem natural das coisas.

Uma vida de aprendizado

Por Mortimer J. Adler

A escolarização falha senão prepara os jovens a continuarem aprendendo depois que abandonam a escola. Qualquer um que não compreende isso não consegue compreender uma das questões mais importantes da filosofia da educação.

Problemas metaclínicos

Por Viktor Emil Frankl

Pessoas que hoje buscam um psiquiatra teriam procurado um pastor ou sacerdote em épocas anteriores. Frequentemente recusam encaminhamento para clérigos e, confrontam o médico com questões como: "Qual é o sentido da minha vida?"

A consciência é nosso próprio ser

Por Louis Lavelle

A consciência é uma chama invisível que tremeluz. Pensamos com frequência que seu papel é iluminar-nos, mas que nosso ser está em outro lugar. No entanto, é essa claridade o que somos. Quando ela decresce, nossa existência cede.

Breve história do blue jeans

Por Nelson Ribeiro Fragelli

O blue jeans surgiu no mundo operário. Jakob W. Davis, trabalhador nas minas de Comstock, é reconhecido como o criador das “calças azuis rebitadas”. Ele criou uma roupa resistente usando o mesmo tecido das tendas de acampamento.

Feliz Ano Novo!

Por Olavo de Carvalho

Aconteça o que acontecer, não se deixe desencorajar. Não feche os olhos ante a realidade, por pior que ela seja. A coragem do espírito, o amor incondicional à verdade, é a mãe de todas as virtudes.
Fonte: Twitter.

Natal 2016 *

Por Olavo de Carvalho

Deus me conhece mais do que eu mesmo, nada que eu diga de mim para Ele será novidade. Ao contrário: conto um pedaço da história e Ele mostra o resto.

* Leia as observações do topo desta postagem.

Bode expiatório

Por René Girard

Os homens imitam os desejos uns dos outros, por isso, estão destinados ao que chamo de rivalidade mimética. Quanto mais desejo um objeto que você já deseja, mais ele lhe parecerá desejável. As rivalidades tendem a se exasperar.

Como você ouve música?

Por Aaron Copland

Ouvimos música de acordo com as nossas aptidões variáveis. Mas, sob um certo aspecto, todos nós ouvimos em três planos distintos. À falta de terminologia mais exata, poderíamos chamá-los de: plano sensível, plano expressivo e plano puramente musical.

Se a verdade não existe…

Por

Se a verdade é inalcançável e, talvez, nem mesmo exista, o que fazem os físicos, astrofísicos, químicos, biólogos, matemáticos, filósofos, médicos e afins, se não perder tempo e dinheiro em busca de algo que eles mesmos juram não existir?