Tremendas trivialidades

Assim é a história de Pedro e Paulo, que contém todas as mais altas qualidades de um conto de fadas moderno, inclusive a de ser totalmente imprópria para crianças; e, de fato, o motivo pelo qual a apresentei não é infantil, mas cheio de sutileza e segundas intenções. Leia mais...

As biografias de Jesus foram preservadas?

Quando soube que não havia nenhum exemplar original do Novo Testamento, fiquei muito cético. Se tudo que temos são cópias, pensei, como ter certeza de que o Novo Testamento que temos hoje é, no mínimo, semelhante aos escritos originais? Leia mais...

O verdadeiro, o bom e o belo

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom” foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Ele não percebe que, para justificarmos nossas crenças e desejos, nossa razão deve estar ancorada no verdadeiro e no bom. Leia mais...

True Ouspeak: transcrições de trechos célebres

Neste link torna-se fácil notar os motivos pelos quais o filósofo Olavo de Carvalho comumente desafia e vence toda intelectualidade brasileira. Leia mais...

Jesus Cristo: o infinito no finito

O homem anseia pelo infinito. Parece-me que precisamente o nosso tempo, com suas contradições, seus desesperos, seu massivo empenho em refugiar-se em becos sem saída como a droga, manifesta visivelmente essa sede do infinito. Leia mais...

Bode expiatório

Os homens imitam os desejos uns dos outros, por isso, estão destinados ao que chamo de rivalidade mimética. Quanto mais desejo um objeto que você já deseja, mais ele lhe parecerá desejável. As rivalidades tendem a se exasperar. Leia mais...

Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo as Sagradas Escrituras. Leia mais...

A onipotência divina

Onipotência significa poder para fazer tudo que é intrinsecamente possível, e não para fazer o que é intrinsecamente impossível. É possível atribuir-lhe milagres, mas não tolices. Isto não é um limite ao seu poder. Leia mais...

Excertos da obra autobiográfica: Confissões, de Santo Agostinho.

Seleção de excertos da obra autobiográfica: Confissões, escrita por Agostinho de Hipona. Acompanha memoráveis frases do autor, e opção de download do livro. Leia mais...

A infinitude

Segundo Aristóteles, pode haver unidades de matérias muito pequenas, mas, por menores que sejam, podem ser divididas em partículas ainda menores, desde que cada uma seja uma unidade de matéria – uma e continua. Leia mais...

 

Se a verdade não existe…

Por

Se a verdade é inalcançável e, talvez, nem mesmo exista, o que fazem os físicos, astrofísicos, químicos, biólogos, matemáticos, filósofos, médicos e afins, se não perder tempo e dinheiro em busca de algo que eles mesmos juram não existir?

A abolição do homem

Por C. S. Lewis

Sentimentos que fazem alguém chamar um objeto de sublime não são sentimentos sublimes, mas sentimentos de veneração. Se sublime tiver de ser reduzido a uma afirmação sobre sentimentos de quem fala, seria apropriado dizer: "tenho sentimentos humildes".

Trump eleito. E você, triste?

Por Colombo Mendes

Você é um grande crítico, é uma pessoa cujos sentimentos merecem atenção? Contudo, quando se fala em política, em decisões que afetam a vida de bilhões de pessoas, quem prioriza sentimentos não merece mais do que uma chupeta.

Convite para o enterro da morte

Por Elben César

Agradeço sinceramente a todos que vieram ao meu sepultamento hoje pela manhã: parentes, companheiros de fé e amigos. Vocês foram muitos atenciosos comigo e com minha família. Deus os abençoe. Aproveito para fazer um convite muito solene...

A tática do Papa-léguas

Por Geisler & Turek

“Toda verdade é relativa", (essa verdade é relativa?); “Não existem absolutos”, (você está absolutamente certo disso?); “É verdade para você, mas não para mim!”, (essa afirmação é verdadeira apenas para você ou para todo o mundo?).

Quem ou o que causou Deus?

Por Millard Erickson

Há algo de errado com a pergunta “Quem ou o que deu causa a Deus?”.

É um erro de categoria perguntar o que deu causa à Causa Primeira, pois, neste caso, ela não seria a primeira.

A carta

Por Benoît Bemelmans

Neste artigo, Bemelmans comenta quadro do pintor francês Henri Brispot (1846-1928), que retrata um cardeal romano lendo uma carta, enquanto numa atitude respeitosa o frade franciscano que a trouxe espera uma resposta.

Qual a sua cosmovisão?

Por Thiago McHertt

Todos temos uma cosmovisão, ainda que, conforme diz Sire, isso seja inconsciente. Por meio do gráfico exposto neste artigo é possível reconhecer algumas das principais cosmovisões partindo do conceito da existência de Deus.

De Bobbio a Bernanos

Por Olavo de Carvalho

Há boas razões para duvidar que “mais democracia” seja ainda democracia, - ao contrário de um pão, ela não cresce sem perder homogeneidade: à medida que ela se expande sua natureza vai mudando até converter-se no contrário.

Na igreja do diabo

Por

No conto A igreja do diabo, Machado de Assis parece profético. Nele, satanás afirma:

"Se você pode vender tua casa que é externa a você, então, pode vender teu voto e tua fé que estão dentro de si".

A religião do século XXI

Por João Luiz Mauad

Ambientalistas saúdam um tempo em que:

A mortalidade infantil era de 80%? Quatro crianças em cinco morriam antes dos cinco anos? Ou quando a expectativa média de vida era de 30 anos?

Acusam-me!

Por

Acusam-me de ser: racista, porque sou branco; machista, por ser contra o aborto; fundamentalista, por sustentar que estado laico não é o mesmo que estado ateu; falso católico, por mostrar os desvios da CNBB; e mais.