Deus existe? Nada prova; tudo evidencia!

Para evidenciar a existência de Deus, este artigo faz um amálgama entre o infinito, o “nada absoluto”, o Big Bang e a primeira das cinco vias de São Tómas de Aquino. Tudo sempre alicerçado em obras consagradas, incluindo as Sagradas Escrituras. Leia mais...

Bode expiatório

Os homens imitam os desejos uns dos outros, por isso, estão destinados ao que chamo de rivalidade mimética. Quanto mais desejo um objeto que você já deseja, mais ele lhe parecerá desejável. As rivalidades tendem a se exasperar. Leia mais...

Excertos da obra autobiográfica: Confissões, de Santo Agostinho.

Seleção de excertos da obra autobiográfica: Confissões, escrita por Agostinho de Hipona. Acompanha memoráveis frases do autor, e opção de download do livro. Leia mais...

O que é cultura?

Cultura não pode ser resumida como um conjunto de hábitos. Se assim fosse, não poderíamos qualificar povos como cultos ou incultos. Leia mais...

True Ouspeak: transcrições de trechos célebres

Neste link torna-se fácil notar os motivos pelos quais o filósofo Olavo de Carvalho comumente desafia e vence toda intelectualidade brasileira. Leia mais...

Em prol do Estado: todos contra todos!

Se fôssemos socialistas querendo avançar com esse sistema, poderíamos criar a ideia de que, na sociedade, todo mundo é inimigo de todo mundo, afinal, seria necessário que alguém fizesse a arbitragem, e esse alguém seria o Estado. Leia mais...

De Bobbio a Bernanos

Há boas razões para duvidar que “mais democracia” seja ainda democracia. A democracia não é como um pão, que cresce sem perder a homogeneidade: à medida que ela se expande, sua natureza vai mudando até converter-se no seu contrário. Leia mais...

Reciclagem, conservação e sustentabilidade

Na indústria papeleira, 87% das árvores são plantadas para a produção de papel. Isto significa que, de cada 13 árvores que seriam “salvas“ pela reciclagem, 87 jamais seriam plantadas. Leia mais...

A tática do Papa-léguas

“Toda verdade é relativa”, (essa verdade é relativa?); “Não existem absolutos”, (você está absolutamente certo disso?); “É verdade para você, mas não para mim!”, (essa afirmação é verdadeira apenas para você ou para todo o mundo?). Leia mais...

Como você ouve música?

Ouvimos música de acordo com as nossas aptidões variáveis. Mas, sob um certo aspecto, todos nós ouvimos em três planos distintos. À falta de terminologia mais exata, poderíamos chamá-los de: plano sensível, plano expressivo e plano puramente musical. Leia mais...

 

Partir é viver… ou morrer um pouco!

Por Benoît Bemelmans

Neste artigo, Bemelmans comenta quadro de Abraham Solomon, que retrata a partida da mala postal de Biarritz (País Basco francês). A obra expõe que a vida há um século ou pouco mais era tranquila, alegre, interessante e harmoniosa.

True Outspeak: Família, liberdade e opressão

True Outspeak

Por Olavo de Carvalho

O incentivo à liberdade pessoal total, sobretudo à liberdade sexual, sempre está associada com ideologias tirânicas, as quais prometem uma certa liberdade sem limites, - muitas pessoas vão atrás disso como crianças, e deixam-se manipular.

O que é cultura?

Por

O conceito de cultura é tão amplo que, ao analisá-lo, é comum substituir o real objeto da análise (cultura) por um fragmento dela (exemplo: espetáculos artísticos), ou examinar um elemento (como a economia) ignorando que o alicerce esteja na cultura.

A descoberta de sentido no sofrimento

Por Viktor Emil Frankl

Eu costumo afirmar que o desespero pode ser definido nos termos de uma equação matemática: D = S – S.

Quer dizer: o desespero é igual a sofrimento sem o sentido.

Mensagens de Viktor Frankl

Por Viktor Emil Frankl

Não procurem o sucesso. Quanto mais o procurarem e o transformarem num alvo, mais vocês vão errar. Porque o sucesso, como a felicidade, não pode ser perseguido; ele deve acontecer, e só tem lugar como efeito colateral.

A arrogância dos manipulados

Por Fábio Blanco

Se o pensamento moderno privilegia o subjetivo, então seria normal que cada pessoa pensasse de um jeito peculiar. O que vemos, no entanto, é apenas a repetição dos mesmos chavões e das mesmas fórmulas. O que acontece, então?

Um pinguim no deserto

Por

Em que se fundamenta a dignidade da pessoa humana? A única resposta capaz de preencher todos os requisitos filosóficos e de viabilizar corretos parâmetros morais à nossa existência é a da tradição judaico-cristã.

Carta imaginária

Por Olavo de Carvalho

Se ser negro é motivo de orgulho, ser branco deve ser motivo de vergonha ou também de orgulho?

Tenho um filho mulato, devo ensiná-lo a ter orgulho de ser negro ou de ser branco?

Os quatro cavaleiros do apocalipse

Por Ives Gandra

A evolução do Direito e da Democracia, nos dois últimos séculos, tem permitido um certo, mas insuficiente, controle do exercício do poder pelos quatro cavaleiros do apocalipse – o político, o burocrata, o corrupto e o incompetente.

Ateísmo na pseudociência de Stephen Hawking

Por Matthew C. Hoffman

Cosmólogos, tais como Hawking, estão fazendo uma pequena indústria de especular que eventos como as flutuações do vácuo poderiam resultar na criação de mundos inteiramente novos, embora não tenham nenhuma prova experimental.