Artigos relacionados ao marcador: Cristianismo

Partir é viver… ou morrer um pouco!

Por Benoît Bemelmans

Neste artigo, Bemelmans comenta quadro de Abraham Solomon, que retrata a partida da mala postal de Biarritz (País Basco francês). A obra expõe que a vida há um século ou pouco mais era tranquila, alegre, interessante e harmoniosa.

O que é cultura?

Por

O conceito de cultura é tão amplo que, ao analisá-lo, é comum substituir o real objeto da análise (cultura) por um fragmento dela (exemplo: espetáculos artísticos), ou examinar um elemento (como a economia) ignorando que o alicerce esteja na cultura.

O hotel de Hilbert

Por William Lane Craig

Esta postagem foi extraída do livro "Em Guarda".

Visa explicar que o universo teve um início, ou seja, não existe desde a eternidade, pois o infinito é indivisível e o universo existe em espaço e tempo divisíveis.

A grande mentira socialista

Por Eguinaldo H. de Souza

A grande mentira a que me refiro é a mentira histórica que coloca no ringue o capitalismo contra o socialismo, como se estivéssemos falando de coisas com a mesma natureza. Não são.

Marx foi além da economia.

Lei do certo e do errado

Por C. S. Lewis

No universo inteiro, existe somente uma coisa que nós conhecemos melhor do que conheceríamos se contássemos apenas com a observação externa. Essa coisa é o Ser Humano. Assim, sabemos que estamos sujeitos a uma lei moral.

True Outspeak: simbolismo, ciências e religião

True Outspeak

Por Olavo de Carvalho

No mundo que Galileu define, existem somente duas coisas: um “lado”, com o espaço e objetos dentro; e outro, com nossa mente. Neste cenário, só existe matéria e mente - o simbolismo e a religião foram aniquilados!

Amar o próximo como a si mesmo?

Por C. S. Lewis

O que significa amar o próximo como a si mesmo? Eu não nutro exatamente um grande afeto pela minha pessoa, portanto, “amar o próximo” não significa “ter grande simpatia por ele”, nem considerá-lo uma boa pessoa.

Não tenho fé suficiente para ser ateu

Por

Afirmar que o cristianismo persiste por dois mil anos, alicerçado exclusivamente na coluna da fé, é na melhor das hipóteses ignorância; na pior, desonestidade intelectual. E, infelizmente desconhecimento e improbidade estão em voga na desconstrução do cristianismo.

Inquisição: Mito e realidade histórica

Por Dr. Roman Konik

Lendo os autos dos processos inquisitoriais, encontramos bandidos que, surpreendidos pela polícia, inventavam uma motivação religiosa. Por quê? Simplesmente para cair na esfera da justiça da Inquisição e não da justiça civil ou temporal.

Certamente você sabe que estamos no período quaresmal, mas você é capaz de responder aos questionamentos:

 

Atente aos links acima.