Tag Archives: Excerto de Livro

Educação ao contrário

Por Olavo de Carvalho

Ninguém pode “dar” educação a ninguém.

Educação é uma conquista pessoal, e só se obtém quando o impulso para ela é sincero, vem do fundo da alma e não de uma obrigação imposta de fora.

Credo de Dom Quixote

Por Mário Ferreira dos Santos

Creio na necessidade do mal para maior glória do Bem.

Creio na noite para maior glória do Sol, e no Sol para maior glória da Lua, inseparáveis amigos e confidentes dos campeadores do ideal.

O verdadeiro, o bom e o belo

Por Roger Scruton

Aquele que pergunta “por que acreditar no que é verdadeiro” ou “por que desejar o que é bom”, foi incapaz de compreender a natureza do raciocínio. Justificamos crenças e desejos ancorando nossa razão no verdadeiro e no bom.

A onipotência divina

Por C. S. Lewis

Onipotência significa poder para fazer tudo que é intrinsecamente possível, e não para fazer o que é intrinsecamente impossível. É possível atribuir-lhe milagres, mas não tolices. Isto não é um limite ao seu poder.

Tremendas trivialidades

Por G. K. Chesterton

Assim é a história de Pedro e Paulo, que contém todas as qualidades de um conto de fadas moderno, inclusive a de ser totalmente imprópria para crianças. É propositalmente cheia de sutileza e segundas intenções.

A infinitude

Por Mortimer J. Adler

Segundo Aristóteles, pode haver unidades de matérias muito pequenas, mas, por menores que sejam, podem ser divididas em partículas ainda menores, desde que cada uma seja uma unidade de matéria – uma e continua.

Mentiras gays

Por Olavo de Carvalho

O homossexualismo não é uma necessidade de maneira alguma, mas apenas um desejo. A supressão total da homossexualidade produziria muita insatisfação em certas pessoas; a da heterossexualidade traria a extinção da espécie.

Conversa franca sobre aborto

Por Olavo de Carvalho

A questão do aborto depende de duas questões.

Primeira: o feto no ventre da mãe é um ser humano? Segunda: Existe diferença entre matar um ser humano no ventre da mãe e matá-lo depois que saiu?

Contra a idolatria do Estado (excerto)

Por Franklin Ferreira

O autoritarismo não é guiado por ideais utópicos, assim há certa distinção entre Estado e sociedade, com tolerância e alguma pluralidade. O totalitarismo invade a vida privada e a asfixia, busca mudar o mundo e a natureza humana.

Os diversos sentidos da Escritura

Por Santo Agostinho

Assim como uma fonte, em seu pequeno leito, torna-se depois mais abundante, a tua palavra são como torrentes de límpida verdade, de onde cada um tira para si a verdade que pode, para depois desenvolvê-la em longas sinuosidades.

Tempo longo, tempo breve

Por Santo Agostinho

Não digamos: “O tempo passado foi longo” – pois não encontraremos nada que pudesse ter sido longo; uma vez passado não existe mais. Mas digamos: “O tempo presente foi longo” – porque só era longo enquanto presente.

Que é o tempo?

Por Santo Agostinho

Que é o tempo? Se ninguém me pergunta, eu sei; mas, se quiser explicar a quem indaga, já não sei.

Como pode existir passado e futuro? O passado já não existe mais; e, o futuro ainda não chegou.